menu
Topo
Papo de Bar

Papo de Bar

Guia de bares - Rota do gin em Londres

Marcelo Sant'Iago

28/11/2018 14h06

Em pouco mais de 30 dias termina o ano. Nessa época, muita gente me procura perguntando sobre dicas de bares no exterior. Todo mundo sabe que Londres e Nova York são os dois principais centros da coquetelaria mundial, mas você sabia que cidades muito visitadas no final do ano, como Paris e Amsterdam, tem alguns dos melhores bares de coquetéis do mundo?

Vou dividir com vocês os meu preferidos. Neste post, uma rota em Londres especialmente pensada para os fãs de gin. No próximos, bares de Amsterdam, Nova York e Paris.

ROTA DO GIN EM LONDRES

A Gin Journey organiza rotas de bares para degustação de gin e coquetéis em dias úteis e aos finais de semana. São no máximo 20 pessoas por grupo e a visita inclui 5 bares, 5 coquetéis e 5 degustações. Se quiser comer ou beber mais, você paga à parte. São três rotas em Londres, com duração aproximada de 4 horas.

O Ginstitute é um bom programa para quando você for visitar Notting Hill e a feira da Portobello Road. Em uma sessão de 3 horas, você irá se aprofundar sobre a história e produção da bebida, para, em seguida, criar seu próprio destilado. Por 120 libras, você também terá direito a 4 coquetéis e a levar duas garrafas, uma delas da sua própria produção e outra do gin da casa, o Portobello Road gin. O mais legal é que eles guardam sua receita e você pode comprar mais garrafas quando a sua acabar. O Ginstitute fica em um complexo de 3 andares, que conta com hotel e restaurante.

Ginstitute/Divulgação

O final do século XIX foi considerado a era de ouro do gin. Por toda Londres pipocaram os Gin Palaces, suntuosos bares com salões iluminados a gás, elegante mobiliário de mogno, lustres e espelhos de cristal por todos os lados. Eles começaram a surgir em 1828, chegando ao apogeu no final da década de 1840. Infelizmente nenhum deles sobreviveu, mas há alguns pubs vitorianos, como o Red Lion, inaugurado em 1821, que dão uma boa noção do que eram aqueles bares. Outra boa opção é o Princess Louise, pois ali pertinho está o Holborn Dining Room, um verdadeiro paraíso para os amantes de Gin Tônica: seu Gin Bar tem 500 rótulos do destilado de zimbro e 30 tônicas, o que permite algo como 14 mil combinações de G&T.

Agora, nenhuma visita a Londres é completa sem tomar um clássico Dry Martini. Duas opções imperdíveis ficam em hotéis: no Dukes bar, no hotel do mesmo nome, a pedida é um Duke's Martini, também conhecido como Naked Martini ou Direct Martini. Ele foi criado ali, em 1985, pelo lendário bartender italiano Salvatore "il Maestro" Calabrese para um hóspede que queria seu Martini "muito, mas muito gelado e muito, mas muito seco". Ele criou um onde o gin sai direto do freezer e recebe apenas um spray de vermute. A proporção gin-vermute é 30:1.

Calabrese, aliás, atualmente está no Donovan bar, no Brown's Hotel, onde além de seu clássico Martini, serve também coquetéis vintage, com bebidas de sua coleção pessoal, como um rum Bacardi rum de 1905 e um McBrayer Kentucky Bourbon de 1913. Mas prepare-se: um coquetel desses pode sair por mais de 5 mil libras!

Já no Connaught Bar, em um serviço elegante, o coquetel vem à mesa em um carrinho, com garrafa e bitters de sua escolha, sendo preparado em um lindíssimo ritual, que inclui despejar a bebida no copo de uma certa altura, para arejá-la. Inesquecível. Vale lembrar ainda que o Connaught foi eleito o quinto melhor bar do mundo pela respeitada World's 50 Best Bars em 2018, então fique à vontade para ir além do Dry Martini. Mas lembre-se das regras de bar: experimente um drink autoral.

O maravilhoso serviço de Dry Martini do Connaught Bar

Sobre o autor

Marcelo Sant'Iago é publicitário e editor no Brasil do Difford's Guide, maior site de receitas de coquetel do mundo. Fã das Aventuras de Tintim, passa boa parte do ano visitando os melhores bares e eventos no exterior, em busca de novidades e tendências que possam ser compartilhadas para trazer aprimoramento ao mercado brasileiro de coquetelaria. Recentemente foi homenageado com um drinque no Sub Astor, o Sant'Iago Fashioned. Ele é colaborador de revistas, consultor e o único brasileiro a fazer parte do Drink Tank, primeira rede global de inteligência voltada para a indústria de bebidas.

Sobre o blog

Pense no balcão do seu bar favorito, aonde você toma bons drinques, conhece pessoas interessantes, conta casos, aprende sobre coquetelaria com bartenders e descobre novos bares para o próximo gole. Saúde!